O1 - Resumo do relatório da investigação

Pesquisas realizadas sobre aprendizagem sócio emocional demonstram que melhorias significativas das capacidades sócio emocionais levam a melhorias significativas no desempenho académico. Com base nessas descobertas, o projeto I-YES procurou identificar as principais lacunas nas capacidades sócio emocionais e dificuldades dos alunos nas organizações que participam no projeto e utilizam estas descobertas para criar e implementar técnicas SEL inovadoras. O objetivo final foi reduzir o fracasso escolar através da melhoria do comportamento na sala de aula e competência social, aumento da atenção dos alunos, maior comprometimento do aluno com a escola e aumento do tempo dedicado ao trabalho escolar.

As tarefas de pesquisa foram completadas através do desenvolvimento de instrumentos quantitativos e qualitativos da recolha de dados. Os questionários estudantis foram aplicados a 263 indivíduos e os grupos de trabalhos estudantis reuniram informações relativas a 113 outros indivíduos. Da mesma forma, os questionários dos professores foram aplicados a 155 indivíduos, enquanto os grupos de trabalho dos professores recolheram dados de outros 38 indivíduos. Assim, entrevistámos um total de 569 estudantes e professores da França, Alemanha, Grécia, Itália, Portugal e Roménia. Os questionários e os grupos de trabalho utilizados no projeto I-YES foram desenvolvidos levando em consideração as pesquisas anteriores e os objetivos específicos do projeto. Esses instrumentos foram concebidos para recolher dados tanto através de autoavaliação (ou seja, avaliações próprias dos adolescentes de seus SES) e heteroavaliação (avaliação dos professores dos alunos SES). Esta abordagem resultou em diferentes conjuntos de itens para adolescentes e professores que recolheram informações não apenas sobre os quatro principais clusters de SES, mas também sobre problemas comportamentais na escola, atmosfera escolar e outras atitudes importantes em relação à escola e à aprendizagem.

A análise dos resultados mostrou que as principais necessidades emocionais dos alunos dizem respeito: (1) capacidades de autogestão (por exemplo, questões relacionadas ao início, compensação e consequências psicológicas das emoções, bem como a falta de conhecimento sobre as emoções); (2) interesse da escola (as questões mais relevantes aqui relacionadas com o comportamento dos professores e a influência negativa dos pares); (3) autoconsciência (especialmente questões relacionadas com insuficiente autoconfiança e autoestima); (4) bem estar nas escolas (os alunos estavam significativamente menos satisfeitos com suas experiências na escola do que com outros aspetos de sua vida social).

Além disso, os nossos dados confirmaram que as capacidades sócio emocionais têm um impacto significativo nos comportamentos e assunções relacionados à escola. Especificamente, descobrimos que a formação de competências sócio emocionais provavelmente estará associada a aumentos nas atitudes positivas relacionadas à escola (por exemplo, interesse escolar) e diminuição nos comportamentos negativos relacionados à escola (por exemplo, falta de assiduidade).

Com base nestas descobertas, o projeto I-YES recomendou intervenções focadas nas competências socio-emocionais destacadas e que essas intervenções devem ajudar os alunos a aprender sobre emoções e como identificá-las, usá-las e controlá-las.

Pág. 1 de 8

Quem Somos

O Projeto I-YES “Melhore as Suas Competências Emocionais” está integrado no Programa Europeu Erasmus + para a educação e formação. Este projeto irá decorrer entre setembro de 2015 e agosto de 2017. Saiba mais…